Aprex Webmail e U ) *
Joinville - Sábado, 19 de Agosto de 2017 - Santa Catarina


Newsletter
Para receber a Newsletter da Vidaverde, preencha o formulário abaixo.
Nome:
Profissão:
E-mail:
Desejo receber
newsletter
Desejo cancelar
recebimento das
newsletters

Projeto do Parque do Boa Vista prevê preservação ambiental associada a lazer

Ameaçado por um projeto de loteamento que comprometeria a vida de inúmeras espécies de fauna e flora, algumas até endêmicas, o Morro do Boa Vista está cada vez mais perto de tornar-se um importante espaço para o lazer e educação ambiental. Em entrevista à VidaVerde Osni Piske, engenheiro da empresa OAP, responsável pelo estudo de viabilidade do parque, prevê a entrega do projeto básico já para o início do segundo semestre.

09/08/2004 - Edição número 02
Março/Julho 2002

VidaVerde - O Abraço ao Morro do Boa Vista, aderido por mais de 15 mil pessoas em pleno dia útil, há cerca de um ano e meio, demonstrou uma vontade bastante clara da população em preservar esta área. Qual a importância deste parque para Joinville e quais os principais benefícios que os joinvilenses terão com este espaço?
Piske - A importância do parque para Joinville
é inegável. Ele atende a toda a população.
O próprio abraço ao Morro do Boa Vista foi um novo despertar. Envolveu não apenas uma pequena parte da comunidade, mas toda a comunidade. Joinville não tem área nenhuma de parques. O Parque do Boa Vista é um privilégio para a cidade. Fica no centro e é mais ou menos equidistante de todos os bairros, além de ser uma área ainda bem preservada. Se você for a outra cidade, não vai encontrar uma área verde de 3 milhões de metros quadrados.
É claro, a área tem algumas agressões, principalmente na parte leste, algumas vilazinhas e povoamentos que precisam ser relocados. Mas no total pode-se realizar um belo projeto. Foi iniciado um movimento que não pode e nem deve parar, sob pena de não ter mais volta. Já houve um projeto na câmara de parcelamento do morro. É o momento, agora, de o Boa Vista ser o parque da cidade.
VidaVerde - O Morro do Boa Vista é a principal área florestada da cidade, considerada, proporcionalmente, a maior floresta urbana do Brasil. Como a implantação do parque vai garantir a preservação desta riqueza?
Piske - O projeto leva em conta a preocupação com a preservação de espécies. Serão introduzidas fauna e flora da região valorizando as nossas espécies; haverá aproveitamento de trilhas já existentes. Num mesmo projeto podem-se agregar várias coisas. Será trabalhado preservação e lazer para a população. Nas partes já são degradadas podem ser implantadas opções como um parque aquático, no Boa Vista. Onde era para ser o ginásio de esportes existe uma área para se fazer apresentações ao ar livre com o intuito de recuperar, inclusive, este local que já foi agredido. Existem áreas de preservação permanente, com inclinações de 25 graus.

VidaVerde - Qual a área total do parque
e quais serão as opções de lazer à disposição da população?
Piske - Em torno de três milhões de metros quadrados.

O projeto inclui parque de esportes radicais, teleférico partindo próximo à AJAO; até a torre das antenas e descendo onde será o parque aquático. O teleférico poderá ser até um meio de transporte alternativo. Além disso estão previstos ampliação do parque zoobotânico, uma vila colonial, restaurantes, lanchonetes, anfiteatro, quadras de esporte, aquário e a implantação da sede de Órgãos Públicos ligados ao meio ambiente, dentro da área do parque.

VidaVerde - Em que fase está o estudo de viabilidade do parque?
Piske - A partir do segundo semestre o projeto estará bem definido. Na sua concepção básica está concluído, mas isso é uma coisa muito dinâmica. O projeto engloba vários outros, que por sua vez terão os seus projetos executivos. Por exemplo um aquário; só ele vai envolver um bom tempo de pesquisa. Outro exemplo é o da Vila Colonial que se pretende fazer; aí existem várias ações como a própria relocação do pessoal que está lá sem infra-estrutura nenhuma. Na próxima semana vamos receber a concepção da parte física dos termos de educação ambiental, dos portais de entrada, dos equipamentos que vão ser implantados.

VidaVerde - E você tem idéia de quando
o projeto será apresentado à sociedade?
Piske - O projeto pode ser apresentado à sociedade gradativamente. No início do segundo semestre o prefeito já quer começar a executar algumas coisas.

VidaVerde - Você falou em Vila Colonial.
O que engloba este projeto?
Piske - O objetivo é apresentar as tradições da nossa cidade no parque, constrindo casas exaimel com aquele ranchão atrás. Algumas casas originais poderão ser relocadas se houver condições. Será remontado o cenário das antigas rodas d’água, das ferrarias, utensílios da época, alambiques de cachaça, etc. e fazer isso tudo funcionar.

VidaVerde - O projeto inclui a ampliação do Zoobotânico. Como esta ampliação será feita?
Piske - A idéia é uma nova concepção, mais moderna. Implantar novos recintos e reformar os já existentes, relocando-os em um novo circuito. O projeto prevê a construção de hospital veterinário, área de quarentena, laboratórios, inclusão de serpentário, borboletário, herbário e viveirão. O objetivo é estudar as espécies que estão ameaçadas de extinção, procurar reintroduzir espécies, realizar convênios com universidades,entre outros.

VidaVerde - Em pesquisa realizada por alunos da Univille para a VidaVerde, constatou-se que 99% da população de Joinville quer parques. Além do Parque do Boa Vista e do Parque Caieiras existem mais projetos de novos parques?
Piske - Vai ser criado um grande parque do mangue. A prefeitura vai criar esse parque já em maio como medida compensatória para viabilizar a avenida beira-mangue. Todos estes parques inclusive o Caieiras poderiam ser interligados pelas monovias. Os turistas poderiam passar o dia passeando e conhecendo essa riqueza. Para se ter uma idéia do potencial, atualmente circulam no zoobotânico 15 mil pessoas por mês e nem estacionamento tem.

VidaVerde - Como você vê a posição do Marco Antônio Tebaldi, agora como prefeito, com relação a este projeto do Morro do Boa Vista?
Piske - Um dos objetivos dele é a implantação do parque dentro de aproximadamente dois anos e meio. Ele está interessadíssimo neste projeto. Tanto é que contratou os estudos, está acompanhando e cobrando. O prefeito Tebaldi está voltado à preservação do meio ambiente.

Data da entrevista: 04/04/02.







Semana do Meio Ambiente:
Colégio Energia e VidaVerde promovem 4ª edição da Casa Consciência
Projeto Casa Consciência
ganha Prêmio Expressão de Ecologia
Participe do Jantar do Dia da Árvore
Lançada cartilha sobre rio do Braço em Joinville
Terceira edição da mostra Casa Consciência abre Semana do Meio Ambiente

É o fim do mundo
A importância da camada superficial de solos para a sociedade brasileira
A devastação continua, incentivada
Tentativa de acordo sobre retirada de areia
Marketing sustentável

Projeto Casa Consciência muda atitude dos estudantes
Municípios não podem autorizar extração de areia em leitos de rios
Lançada Cartilha Ambiental
Programa Treinee em meio ambiente
ONG VidaVerde divulga trabalho na Semana do Meio Ambiente

Preocupações dos agricultores são legítimas
Poluição
Cota 40
Ocupação inteligente?
Cota 40

Rio do Braço precisa de atenção
Casa desperta consciência ecológica
Casa ecologicamente correta em exposição
Ong Vida Verde coordena a revitalização do rio do Braço
Entregue prêmio de ecologia


Não fique indiferente!

03/10 - 20:00
Palestra Loteamento Ecológico...
22/09 - 19:30
Jantar do Dia da Árvore...
21/09 - 14:30
Dia da Árvore – Enriquecimento da Mata Ciliar...
30/08 - 19:00
Lançamento da Cartilha Ambiental em Pirabeiraba...
20/06 - 03:07
Gestão Escolar e as Tecnologias Educacionais...
11/06 - 02:52
1º Encontro Ambiental Comunidade Ribeirão do Cubatão...
13/02 - 04:21
Audiência pública para tratar da questão do Morro do Boa Vista....
02/02 - 02:19
Cerimônia de posse do Prof. NÉLCIO LINDNER...
17/11 - 11:10
Palestra: Utilização da água da chuva...
17/11 - 11:08
Palestra: Adubação orgânica "Bocache" em orquídeas...

25/11 - 04:04
3º Simpósio da Defesa Civil...
19/10 - 11:45
Seminários de Áreas Prioritárias para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste...
17/10 - 20:00
Palestra Loteamento Ecológico...
20/09 - 08:00
1º Congresso Brasileiro de Responsabilidade Socioambiental nas Instituições Financeiras...
12/09 - 04:42
Congresso Brasileiro de Comunicação Ambiental...
30/08 - 08:00
Gerenciando Resíduos Perigosos...
02/08 - 09:00
Curso de Elaboração de Projetos Sociais para Captação de Parceiros e Patrocínio...
26/07 - 05:29
Rede Brasileira de Agendas 21 locais...
25/07 - 14:00
Seminário de Capacitação em Educação Ambiental...
10/06 - 05:50
1º Encontro Sobre Democracia Ambiental e Controle Social ...



Assine o manifesto

Contribua com a VidaVerde
A VidaVerde se mantém com o apoio financeiro de seus associados, empresas e todos os que queiram contribuir...
Adesivo Vidaverde
Botons Vidaverde
Camisetas Vidaverde

Rio do Braço...
Caieiras...
Morro Boa Vista...

Nascentes: A caminho da salvação
Manguezal: A importância da preservação
Vidaverde: Faça parte
Boa Vista: Ligue por mim
Boa Vista: Joinville abraça este morro

Projeto do Parque do Boa Vista prevê preservação ambiental associada a lazer
Parque é primeira grande conquista



Política Copyright Mapa Ajuda Apoio